Como conciliar maternidade e carreira

Postado em porLara Andari

Como conciliar maternidade e carreira

“Sempre que me perguntam da dificuldade dos primeiros meses, eu respondo que a minha experiência não foi tão difícil. Passei sim por um pouco de Blues, mas tive uma ótima rede de apoio e me informei muito sobre puerpério. Para mim, o período mais traumático foi a volta total ao trabalho. Eu amo trabalhar e há dois anos fundei a Pesh, queria ter meu próprio negócio. Nos meses que fiquei com a Laura, conseguia trabalhar um pouquinho na Pesh, e minha volta ao trabalho foi gradual, mas mesmo assim bem difícil. Eu sentia e ainda sinto (será que esse sentimento passa?) que estou sempre falhando em alguma coisa, ou não entrego o suficiente na Pesh, ou não participo do desenvolvimento da minha filha. Enquanto amamento minha filha, estou trabalhando no celular e sinto culpa de não estar 100% com ela nesse momento. Muitas vezes deixo ela brincando sozinha e estou no celular trabalhando e com peso de não estar aproveitando esses momentos com ela. Quando tenho que sair mais cedo do trabalho ou se chego mais tarde porque vou ao pediatra, vacina, ou algum problema rotineiro de mães, me cobro de não dar mais pela minha empresa. De qualquer forma, estou feliz em poder cumprir o papel de mãe e empreendedora! Sei que tudo é FASE (obrigada @a.maternidade) e que as dificuldades de hoje vão ser pequenas perto do que estou construindo com a Pesh e com a Laura!” Ju Duarte, mãe da Laura e da Pesh 💙